terapias caseiras

Terapias caseiras contra a insónia

Desde os tempos mais remotos que o homem tenta aliar-se à Natureza, seja em termos de saúde como de beleza. As infusões de ervas, os sumos e os chás para dormir continuam a ter grande procura e a serem usados como terapias no combate aos males do sono como é a insónia. No entanto, é preciso ter em conta que o efeito pretendido na cura da insónia poderá demorar algum tempo a ocorrer, pelo que é necessário munir-se de alguma paciência.

Remontam há já muitos séculos as primeiras utilizações de plantas e flores para encontrar formas de combater a insónia, os males físicos, psicológicos e emocionais. Aliás, numa perspectiva de entendimento do ser humano enquanto elemento constituinte e indissociável do meio envolvente, as medicinas alternativas, nas suas mais diversas disciplinas, preconizam uma relação de interdependência entre o Homem e a Natureza. Se muitos pensam que o recurso a terapêuticas naturais para combater a insónia é coisa do passado, a verdade é que ainda hoje se reconhecem os benefícios terapêuticos das plantas e das chamadas “mezinhas” no combate á insónia, que só a avozinha ainda utiliza e defende, nomeadamente por parte da medicina tradicional.

 Bálsamo de Limão

Consiste num calmante sedativo que pode ser preparado sob a forma de chá relaxante e combinado com ervas igualmente sedativas. Para o efeito, junte duas colheres dessas ervas e uma chávena de chá de bálsamo de limão e, passados cinco minutos em repouso, beba. Experimente beber uma chávena de bálsamo de limão e verá como as suas noites serão mais tranquilas e ajudará assim a combater a insónia.

Alface

Pensa-se que sejam mais de 140 as variedades desta planta, cujas propriedades calmantes e sedativas a tornam indicada para o tratamento da insónia.

Camomila

O chá de camomila é uma das mais antigas mezinhas caseiras usadas para induzir o sono e curar a insónia, pois possui propriedades calmantes. Os óleos essenciais de camomila, recorrentes na aromaterapia, são também uma óptima opção no combate à insónia; daí que as massagens aromáticas que combinam propriedades terapêuticas dos óleos essenciais com os efeitos benéficos do toque, sejam especialmente recomendadas a quem sofre de insónia.

Ginseng

Utilizada na ancestral MTC, a raiz desta planta é colhida para fins medicinais. Graças ao ingrediente activo do ginseng – o ginsenosídeo, permite encontrar o equilíbrio em casos de stress, uma das principais causas da insónia, contribui bastante para uma melhoria notável da disposição física e mental geral. Pode ser usado para fazer chá ou directamente na comida.

Kava-Kava

O extracto desta planta medicinal faz parte da composição dos produtos farmacêuticos homeopáticos. O seu uso é indicado para casos de ansiedade e depressão, uma vez que contribui para a diminuição do stress e da insónia.

Laranja

Fazer um chá de casca de laranja ajuda a combater os casos de insónia em adultos e crianças, pelo que será uma bebida indicada para gerir antes de ir dormir.

Lavanda

Inalada, ou sob forma de aromaterapia, pode ajudar a ter uma noite de sono mais completa, principalmente junto dos idosos. Pode ser usada como infusão para chá.

Maca

Proveniente dos Andes, a maca é rica em nutrientes vários – aminoácidos, vitaminas B1,B2,B12, C e E, e minerais (cálcio, fósforo, zinco, magnésio e ferro). É usada para induzir o sono, além de ajudá-lo a adaptar-se melhor ao stress de forma a combater a insónia. Estes são os motivos pelos quais é recomendada a quem sofre de insónias.

Manjerona

Na Grécia Antiga, dizia-se que esta planta tinha sido criada pela deusa Afrodite, como símbolo da felicidade. As suas propriedades sedativas, anti-bacterianas e anti-espasmódicas fazem dela uma aliada no combate à insónia.

Melatonina

Trata-se de uma hormona natural, que se encontra disponível em lojas de alimentos naturais sob a forma sintética e natural. É recomendada, essencialmente a quem sofre de Jet Lag.

Melissa

O chá de melissa é muito útil no combate à insónia, tanto ingerido isoladamente, como combinado com raiz da planta valeriana. Pode ser usado em forma de chá ou de cápsulas.

Papoila

As pétalas desta flor são recomendadas para casos de nervosismo e insónia, pois as suas características sedativas ajudam a combater a ansiedade e emotividade.

Passiflora

Com origem no México, foi trazida para a Europa pelos missionários jesuítas. a passiflora é a planta do maracujá; possui propriedades analgésicas, alcalóides e flavonóides, com acção relaxante e antidepressiva. Possui, assim, compostos que se traduzem em resultados benéficos, os quais se reflectem nos problemas do sono, em particular, na insónia, pois atenuam a sensação de fadiga, stress e sintomas de hiperactividade.

Primavera

Antigamente, as flores eram utilizadas para fazer uma espécie de vinho, que se dizia ser calmante. Hoje em dia, a infusão desta planta tem um efeito sedativo, indicado para situações de insónia.

Tília

Juntamente com a camomila, será talvez das plantas mais utilizadas para proporcionar um estado de relaxamento e, consequentemente, noites melhor dormidas. A sua acção sedativa é muito útil no controlo de estados de ansiedade, tensão nervosa e insónia.

Valeriana

A raiz desta erva é usada com frequência no combate à insónia, na medida que contribui para uma boa noite de sono. Para o efeito, prepare um chá – junte algumas colheres de sopa de raiz de valeriana a meio litro de água; deixe ferver, durante cinco minutos, em lume brando; no fim, coe e adicione um pouco de mel. No entanto, há casos em que a valeriana produz um efeito estimulante, em vez de ajudar a relaxar, um cenário perante o qual não deve ser usada. Além disso, o seu consumo deve ser interrompido se sentir dores de cabeça e inquietação, dois sintomas associados ao consumo excessivo desta erva. 

consultas online

{ 34 comments… read them below or add one }

Deixar uma resposta

Artigo Anterior:

Artigo Seguinte: