Grátis: Ebook com os 5 Chás Calmantes Para Dormir Mais Rápido

Para Qual E-mail Devo Enviar o Ebook?

100% Seguro - Não fazemos spam!

Efeitos Secundários e Contra Indicações – Medicamentos para Dormir


remédios para dormir

Dormir é bom e essencial para a vida, porém todos nós sabemos como é chato aquelas noites de insónia em que queremos adormecer e não conseguimos, e essas noites vão-se repetindo e repetindo, até que nos rendemos aos medicamentos para nos fazer dormir, os chamados de sedativos.
Estes medicamentos estão indicados para o tratamento de sintomas de ansiedade e/ou a indução ou manutenção do sono.

Tudo parece bem quando tomamos um comprimido e adormecemos, mas um uso crónico deste tipo de medicamentos, tem efeitos secundários e contra indicações que a maior parte dos seus utilizadores não se apercebe, sendo um deles a sua dependência. Quando nos apercebemos, já não conseguimos adormecer sem o dito comprimido. Para além dessa dependência, outro efeito indesejável é a sua tolerância, ou seja, cada vez mais, vai ser necessário aumentar a dose do comprimido para que este faça o efeito desejado.
Outros efeitos secundários podem ainda ser a perda de memória, sono durante o dia e dificuldade de concentração.

O que fazer para deixar de tomar medicamentos e sedativos para dormir?

Primeiro de tudo, tente evitá-los! Caso o uso destes medicamentos e sedativos seja frequente, provavelmente o seu sono e o tratamento da ansiedade já depende deles, e daqui para a frente, vai sentir a necessidade de aumentar a dose para que faça efeito.
A interrupção do uso de sedativos não é fácil. Uma vez instalados, adormecer sem tomar o “comprimido da noite” é quase impossível. Por isso, tente evitar ao máximo o uso crónico deste tipo de medicamentos.
Se deseja deixar de tomar sedativos para adormecer, caso já esteja dependente deles, essa interrupção não deve ser feita do dia para noite, até porque para além de nesse caso não conseguir adormecer por sentir a necessidade destes comprimidos, iria causar uma diminuição brusca da pressão arterial, sentir um aumento da ansiedade, sentir uma certa agitação e ia ter alguns reflexos hiperativos.
Posto isto, a interrupção dos sedativos, deve ser feita com uma diminuição gradual da dose administrada. Se toma 2 comprimidos para dormir, deverá começar a tomar apenas 1 comprimido e meio durante alguns dias. Passado cerca de 1 semana, deverá tentar com apenas 1 comprimido, passado outra semana, deverá começar a tomar apenas meio comprimido, reduzindo assim a dose até que irá chegar a uma certa altura em que deixará de tomar sedativos para adormecer.

Experimente ir intercalando extracto de valeriana com a medicação.

Durante esta diminuição de doses, poderá ainda intercalar o sedativo com algum extracto de valeriana, uma vez que esta planta tem propriedades sedativas e é capaz de induzir o sono.
Uma boa alternativa para deixar os tais medicamentos que induzem o sono, é começar a usar medicamentos à base de extractos de plantas, como o caso da valeriana. Como já foi dito, esta planta tem propriedades sedativas, ou seja, é capaz de induzir o sono, e não causa dependência! A única questão que pode estar em causa é a sua eficácia, uma vez que esta só está aprovada em casos de agitação e insónia devido a problemas de origem nervosa. Se a causa da sua insónia não estiver relacionada com problemas de origem nervosa, a sua eficácia pode estar reduzida.

O efeito placebo da habituação aos sedativos e comprimidos para dormir.

Ainda existe outra situação, em que por vezes, a pessoa pode não conseguir adormecer porque não tomou o “comprimido da noite”… Tratando-se neste caso de um caso psicológico e não de insónia propriamente dita. Uma boa solução para este caso, será a substituição do sedativo, por um comprimido exactamente igual, mas sem o principio activo, contendo apenas os excipientes, o chamado efeito placebo, em que a pessoa julga ter tomado o comprimido para dormir, só por ser da mesma cor, e fica descansado acabando por adormecer, quando na verdade, pode ter acabado de tomar apenas… farinha. Logicamente, se o paciente ter conhecimento do ocorrido, o efeito placebo não terá eficácia.

É importante alertar de que a administração de sedativos NÃO DEVE SER FEITA SEM A PRESCRIÇÃO MÉDICA!

Na nossa opinião, antes de começar a tomar sedativos para adormecer, deverá tentar os medicamentos à base de extractos de plantas, como a valeriana. Como já foi dito, a Valeriana é uma planta com efeitos sedativos, que poderá ter eficácia em casos de insónia e agitação devido a problemas de origem nervosa. Alguns estudos efectuados, indicam também que são necessárias entre 2 a 4 semanas de tratamento com valeriana, para que se comecem a notas melhorias nos distúrbios do sono.
No mercado existem alguns medicamentos à base de Valeriana, entre eles o Livetan® ou Valdispert®.
Para além desta planta, existem ainda outras com propriedades sedativas, que apresentam a grande vantagem de não causarem dependência, e podem substituir os medicamentos clássicos da ansiedade (ansiolíticos e sedativos), evitando inconvenientes tais como sono durante o dia, perda de memória e dificuldade de concentração. Como tudo o que apresenta vantagens, também apresenta desvantagens. Existe uma dificuldade no doseamento do princípio activo deste tipo de plantas, uma vez que não se sabe ao certo qual a quantidade certa para cada pessoa para que tenha o efeito desejado. Tem um inicio de acção lento, e o preço não é o mais acessível em alguns casos.

Mais uma vez, a administração deste tipo de medicamentos deve ser feita apenas com prescrição médica e aconselhamento farmacêutico!



Necessita de ajuda?

Vamos mostrar-lhe uma Técnica Simples e Natural para acabar com a Insônia. Inscrição gratuita e por tempo limitado!



15 respostas para “Efeitos Secundários e Contra Indicações – Medicamentos para Dormir”

  1. Tenho problema de insónia e já tive um avc à 5 anos, estou a tomar o chá de valeriana, estou a tomar medicamentos para atenção. Quero saber qual a precaução poço tomar?

  2. Roseneide M disse:

    Tomo remédio para
    dormir a 10 anos Rivotril quero parar , o que eu faço?

  3. Gorett Silva disse:

    Desde que fiz a primeira anestesia que foram 4h desde que acordei nunca mais consegui dormir,foi uma batalha com o Médico porque não concordava que fizesse medicação para dormir, a ponto de eu ficar tão mal e realmente disse que seria melhor tomar a estar a entrar em depressão.Sò que desde á 20 anos tomo sempre comprimidos para dormir já fiz mais 3 cirurgias e esta desta semana dia 23 Abril anestesia de 2h30 os comprimidos que estava a fazer BROMALEX não faz qualquer efeito e vou na 5ª noite sem dormir já não sei o que devo fazer com dores de cabeça indisposição e nervosismo pergunto será que me podem ajudar !Por favor.
    Os meus cumprimentos

  4. ema disse:

    sem ser a dependência? quais outras coisas poderam surgir a longo prazo?
    alguma doença no sangue?

  5. Tomo 0,5 comprimido de flunitrazepan todas as noites, há dois meses. Mas sinto que já está na hora de parar, ates que seja tarde… Como reduzir essa dose? Dia sim, dia não, e vai espaçando,seria o caminho certo? Obg.

  6. Espírito disse:

    Sofro de insonia a 4 anos…Já perdi mais de 15 kg d peso, já fiz tantas consultas , análises até agora não vai a busca da melhoria. Gostaria que me ajudassem, por favor!… Meu celular é (00244) 947159820.

    • Afonso Henriques Tavares disse:

      Para o Espirito vai a minha opinião. Já se passaram 2 meses e tenho noites a fio que não consigo dormir “1 segundo”. o Lendormin não me faz efeito, sinto-me desesperado. Contra tudo aquilo que aconselham, vou experimentar tomar 2 comprimidos. É que uma coisa é certa, se não morrer ca doença, morro da cura… Se me quiser contatar para retirar ilações, «afonsotavares@sapo.PT
      Grato pela atenção

  7. Michelle disse:

    OI EU TOMEI MEDICAMENTOPARA DORMIR HA UNS 3 ANOS E PAREI COM A MEDICACAO QUE CAUSOU DEPENDENCIA MAS COMPROMETEU MINHA MEMORIA O USO DO REMEDIO ESQUECO TD HJ E MUITA DIFICULDADE DE MEMORIZACAO,JA TOMEI VARIOS REMEDIOS FITO
    TERATIPOS NATURAIS E NAO RESOLVEM.O QUE DE VO FAZER?MEU WHATSSAP E 004915757003300.OBRIGADO.

  8. ADRIANA RUBIM APARECIDA disse:

    Meu nome é adriana tomo patz ja fazem 2 anos não consigo dormir sem ele,tenho muitas crises de ansiedade fico com taquicardia e suficamento parece que vou ter um troço,não sei mais o que fazer queria muito parar.

  9. tamires disse:

    Oi so tamires tenho20anos e sofro de
    sindrome do panico so fico comtrolandoo minha respiraçaoo ja faz 2meses não aguentoo mas um discorforto orrivil tenho isonia e ansiedade preciso de ajuda to valeriana de 50minugrima

  10. daniel disse:

    A um ano fui no médico .. Eu disse tinha dores fortes na cabeça não durmia tinha várias insonias,parecia um zumbei nem de casa conseguia sair.. Tomei seroquel 50m e elontril de manha tomei algumas vezes deixei tomar, passado algum tempo fez efeito.. Passado 4meses fiquei pior não consigo ter animo nem ter um sono confortável.. As pessoas falam cmg parece nada me importa, parece sinto a cabeça mil hora nao consigo concentrar em nada.. No centro de saúde eles dao e remedios e remedios so merdas para deixar uma pessoa “drogada” so quimicos que nos destrói. Pouco a pouco.. Alguém. Pode se ajudar.. Agradecia imenso

  11. Edilene disse:

    Tenho insônia to sentindo dores no peito tbm oq pode ser fico muito nervosa quando isso acontece

  12. Shirley disse:

    Estou tomando Valeriana, melhorou bastante meu sono durante a noite.

  13. Prince db disse:

    Olá pessoal eu tenho uma solução 100% eficaz. Eu costumava trocarvos dias ou seja dormia de dia e trabalhava de noite porem o tempo foi passando e comecei a ter dificuldade em adormecer. Ate que lembrei de dia fico acorado e faco a minha vida normal e a noite deito me na capa. O corpo recente e quer descansar mad como eu fico acordado de dia mesmo estando com sono acabo por so me deitar a noite. Ai i corpo descsnsa e ja consigo adormecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *